Objetivo: não se deixe enganar

Tendo como público-alvo principal o cidadão comum e bem informado, nossa intenção é facilitar o entendimento da lógica argumentativa.

Com isso será possível entender melhor o jogo de poder que ora observamos nos mais diferentes meios de comunicação.


Este jogo de poder envolve uma guerra ideológica: por um lado aqueles que querem, a todo custo, acabar com a cultura ocidental e, por outro, aqueles que têm consciência de que isso é uma aventura inconsequente.


Ora, o mundo mudou radicalmente, disputas ideológicas, nos moldes do século passado, já não fazem sentido.

Quando falam, e defendem, em igualdade disso e daquilo estão indo contra a lógica do mundo.

Pau é pau, pedra é pedra; dois mais dois é quatro; bandido é bandido, mocinho é mocinho; homem é homem, mulher é mulher; e assim por diante.

Tais constatações são chamadas de tautologias no estudo da lógica - são verdades universais.

Apesar disso, acompanhamos todo esse debate em torno de questões tão simples.

O que é preocupante é que muitos jovens são seduzidos com ilusões e utopias e, ao mesmo tempo, não lhes são ensinadas a matemática básica e a gramática.

Como afirmado, não é um debate momentâneo em nossa história que irá alterar as regras da lógica e da argumentação, o que é certo é certo, o que é válido é válido, e ponto final.


Clique aqui: Planos e Preços

e escolha a melhor opção para entender o discurso dos homens